Jacques Emile Paul Pilon foi um arquiteto e construtor francês que teve grande influência na arquitetura em São Paulo e no Brasil entre as décadas de 1930 e 1960.

Com vários edifícios de destaque, tanto na cidade de São Paulo como na cidade do Rio de Janeiro, Jacques Pilon foi um dos destaques da arquitetura no Brasil do século XX. Vários dos edifícios projetados pelo arquiteto podem ser vistos até os dias de hoje  no centro da capital paulista. 

Quer conhecer um pouco mais sobre a vida e trajetória do arquiteto Jacques Pilon e sobre a sua importância para a arquitetura no Brasil? É só ler até o fim o conteúdo que preparamos para você.

 

A vida e trajetória de Jacques Pilon

Jacques Pilon nasceu na cidade francesa de Le Havre em 1905. Com apenas cinco anos de idade, Jacques veio com sua família para o Brasil e se instalaram na cidade do Rio de Janeiro.

Ao se tornar adulto, voltou para a França para estudar e se formou na École Nationale de Beaux Arts no ano de 1932. Após formado, o então arquiteto voltou para o Brasil, onde viveu até sua morte no ano de 1962.

No início de sua carreira, suas obras eram fortemente influenciadas pelo art déco e pelo ecletismo. Mas com o passar do tempo, Pilon se tornou um dos responsáveis pela disseminação do estilo modernista na arquitetura brasileira.

 

Principais obras na Arquitetura em São Paulo

São várias as obras que possuem a assinatura do arquiteto espalhadas pela cidade de São Paulo, algumas de grande destaque como o Edifício Sulacap e a Biblioteca Mário de Andrade.

Edifício Sulacap

Foto: Google Maps

O primeiro contato do arquiteto com a cidade de São Paulo foi por meio do projeto do Edifício Sulacap. Localizado no centro da cidade, o edifício de 11 andares foi construído para servir de sede para a Sulamérica Capitalização. 

Com uma linguagem arquitetônica comparada com os edifícios da Escola de Chicago, o edifício possui grande influência modernista em todos seus detalhes,  tornando-se referência na arquitetura em São Paulo . Com suas obras sendo finalizadas no ano de 1934, o edifício pode ser conferido até os dias de hoje na esquina da Rua XV de Novembro com a Rua Anchieta.

 

Biblioteca Mário de Andrade-  Exuberante na arquitetura em São Paulo

Biblioteca Mario de Andrade - Foto: prefeitura de São Paulo

Sendo o único projeto público de Pilon no centro da cidade de São Paulo, o edifício da Biblioteca Mário de Andrade com certeza merece destaque na nossa lista. O projeto grandioso contou com o arquiteto para projetar não somente sua estrutura, mas também todo o mobiliário para a biblioteca.

De grande importância histórica e cultural, a Biblioteca Mário de Andrade foi a primeira biblioteca pública da cidade, sendo até os dias de hoje a mais famosa.

O projeto teve início no ano de 1935, sendo finalizado somente no ano de 1942 e fica localizado na Rua da Consolação, 94. Dividido em duas partes, o projeto conta com dois blocos distintos:

  • A parte central, que conta com 3 andares onde são localizadas as salas de leitura e o auditório.
     
  • A segunda parte, composta por uma torre de 22 pavimentos que abriga o acervo da biblioteca. Segundo o projeto, o espaço destinado ao acervo poderia ser ampliado com a construção de uma nova torre.

 

Edifício Paissandu

Foto: tpaempreendimentos

O edifício Paissandu pode ser considerado um dos primeiros edifícios residenciais projetados por Pilon. O projeto de 1938 conta com um programa bem diferenciado para a época: residencial com térreo destinado ao comércio.

Além de ser um dos primeiros edifícios projetados por Pilon com esse programa, o edifício Paissandu também é um dos precursores da verticalização residencial. Com um programa diferenciado e uma localização fora da região central onde predominavam os edifícios, o Paissandu com certeza merece destaque na nossa lista.

Localizado na esquina do Largo do Paissandu com a Rua Capitão Salomão, o projeto conta com arquitetura mais sofisticada, com utilização de detalhes em metal.


Arquitetura em São Paulo- Edifícios Chrysler e Merco

Edifício Crhysler - Foto: Google Maps

Na esquina da Rua Aurora com a Rua Joaquim Gustavo fica o grande bloco que compõe os edifícios Chrysler e Merco. Construído em 1949 sob um programa de escritórios com um térreo destinado ao comércio, os edifícios de 15 andares ficam localizados bem no centro da cidade. 

O edifício Chrysler é o maior deles, tendo seu acesso feito pela Praça da República, e o Merco ocupa toda a quadra na Rua Joaquim Gustavo. São dois prédios independentes, mas que foram construídos seguindo exatamente a mesma estrutura e linguagem arquitetônica.


Edifício Casa da Cultura Francesa- charme na arquitetura em São Paulo

Edifício Casa da Cultura Francesa - Foto: Google maps

Localizado na Rua General Jardim, 182, o edifício Casa da Cultura Francesa é outra obra importante na arquitetura em São Paulo, um dos projetos de Pilon que, com toda certeza, merece um espaço na nossa lista. Projetado como centro de cultura, atualmente abriga o Teatro Aliança Francesa.

O projeto de 1955 conta com um pavimento térreo e mais 7 pavimentos destinados à disseminação da cultura na cidade de São Paulo. Com arquitetura mais moderna, possui toda a fachada em pele de vidro, o que deixa ainda mais claro toda a mudança no jeito de projetar do arquiteto.

Um diferencial nesse projeto é que o sétimo pavimento possui um recuo, sendo emoldurado por uma cobertura vazada. O local no terraço é destinado como área de convivência para os funcionários do edifício, o que mostra o bom aproveitamento de todos os espaços.


Edifício Santa Mônica

Foto: Google Maps

O edifício Santa Mônica pode ser considerado como um dos últimos trabalhos realizados por Jacques Pilon. O projeto de 1960 foi construído sob o mesmo programa muitas vezes utilizado pelo arquiteto: edifício de escritórios com térreo comercial.

O edifício de 16 pavimentos possui uma de suas empenas laterais expostas por causa da necessidade da criação de um acesso para o metrô. Essa empena exposta se tornou um dos pontos de divulgação de arte urbana, com um grande mural artístico.

Com estrutura toda de concreto armado e fachada com caixilhos de alumínio tipo fachada cortina, é uma das representações do modernismo na arquitetura de Pilon.

Agora você já sabe um pouco mais sobre a grande importância do arquiteto Jacques Pilon na arquitetura da cidade de São Paulo, principalmente no centro. Há também vários outros edifícios de sua autoria espalhados pelos quatro cantos da cidade, além de alguns no Rio de Janeiro.

Mesmo que alguns dos edifícios não tenham a mesma utilização, com toda certeza vale a pena fazer um roteiro para conhecer cada um deles.