• nathaliabellintani

O que é arquitetura sustentável?

Atualizado: Mai 5

A arquitetura sustentável é uma forma de desenvolver um projeto de arquitetura, tentando otimizar o uso de recursos naturais. O principal objetivo da arquitetura sustentável é que o imóvel tenha o menor impacto ambiental possível no meio ambiente - tanto durante sua construção como também no seu uso diário.


A arquitetura sustentável é uma forte tendência do mercado imobiliário ao redor do mundo nos últimos anos. Mas afinal, você sabe o que é arquitetura sustentável? E, principalmente, conhece as vantagens que traz para os inquilinos?

De forma geral, ela se preocupa em minimizar os impactos no meio ambiente e proporcionar uma melhor qualidade de vida aos inquilinos. Pode ser aplicada em pequenos escritórios, casas, apartamentos e grandes edifícios comerciais.

Os arquitetos responsáveis por essas construções realizam um trabalho incrível, observando e analisando quais materiais podem ser utilizados para erguer edifícios que prezem pela sustentabilidade. Sem falar na bela aparência que essas construções adquirem!

Temos muito orgulho em ter grandes exemplos de arquitetura sustentável em nosso país! Então, que tal entendermos um pouco mais sobre esses projetos e suas vantagens?

Antes de começarmos, confira os tópicos que serão abordados:

  • O que é arquitetura sustentável?

  • Quais as vantagens da arquitetura sustentável?

  • Exemplos de arquitetura sustentável;

  • Arquitetura sustentável: como aplicar em casa?

Vamos começar!


O que é arquitetura sustentável?

A arquitetura sustentável é um novo modelo de construção que tem o principal objetivo de projetar edifícios que tragam menor impacto ao meio ambiente.


Neste outro texto do blog, entramos um pouco mais no detalhe do que é uma construção sustentável

A arquitetura sustentável é que da origem às construções sustentáveis. Ela possui como principais características:

  • Adequação às normas de descarte de materiais e resíduos;

  • Uso racional de matérias-primas naturais;

  • Investimento financeiro consciente e equilibrado;

  • Adoção de novas tecnologias para a otimização do consumo energético;

  • Proporcionar uma melhor qualidade de vida.

Como surgiu a arquitetura sustentável?

Esse termo surgiu há muitos anos, mais especificamente na década de 70 após a Crise do Petróleo. Nessa época, as indústrias petrolíferas aumentaram o preço deste recurso natural após terem descoberto que ele não era renovável.

Em resposta, alguns arquitetos começaram a pensar formas alternativas de utilizar a energia e os recursos naturais para driblar a crise, de forma que conseguissem continuar a projetar edifícios.

Mesmo após o final dessa crise, esse conceito permaneceu forte entre os profissionais do ramo. A partir dos anos 90, o conceito de sustentabilidade e a procura por alternativas sustentáveis na construção civil ganhou mais força junto aos órgãos internacionais. Inclusive, se intensificando em diversos países.

Muitas pessoas amam morar em uma grande metrópole, com diversos edifícios e serviços ao nosso dispor 24 horas por dia. São Paulo, por exemplo, é considerada como a maior cidade da América Latina, e uma das regiões mais buscadas por aqueles que desejam uma oportunidade de trabalho.


Quais impactos essas construções trazem ao meio ambiente?

Sabemos que morar em uma dessas regiões traz muitas vantagens, mas precisamos pensar em um ponto importante. Afinal, quais impactos essas construções trazem ao meio ambiente?

São vários, na verdade. A construção civil é um dos setores que causa mais prejuízos ambientais, pela alta geração de resíduos, aumento de ruídos para os moradores ao redor e aumento da poluição. Segundo o Conselho Brasileiro de Construção Sustentável, os principais impactos causados pelo setor, especialmente nos últimos anos, são:

  • Consumo de 50% a 75% dos recursos naturais do mundo, considerando todo o seu ciclo de vida;

  • Consumo de 40% da energia mundial;

  • Responsável por 30 a 40% das emissões de CO2;

  • Alta poluição atmosférica e ruídos sonoros dos canteiros de obras.

Assustador, não é mesmo? Não queremos deixar esse texto pessimista, mas precisamos reforçar esses impactos para mostrar a importância da arquitetura sustentável!

É a partir dela que um novo conceito de construção é aplicada no setor. Com ela, os arquitetos e engenheiros envolvidos em cada projeto se preocupam em usar os recursos naturais de forma consciente, utilizando os melhores materiais de forma que causem o menor impacto ambiental possível.

Consequentemente, isso contribuirá e muito para uma melhor qualidade de vida dos inquilinos e de todas as outras pessoas.

Existem diversos métodos mais usados para essa finalidade que, inclusive, podem ser facilmente adotados por qualquer um que deseje ter um estilo de vida mais sustentável. Como exemplo, estão o reaproveitamento a água da chuva, optar pelo uso de painéis fotovoltaicos e implantar telhados verdes.

Não há limites para a criatividade. Logo menos iremos dar excelentes dicas de como você pode adotar ações sustentáveis em seu lar!


Quais os pilares da arquitetura sustentável?

A arquitetura sustentável não é um termo recente, e vem ganhando força nos últimos anos ao redor do mundo pelo aumento da preocupação com o meio ambiente. Segundo o Belgian Building Research Institute (CSTC), os edifícios que desejam adotar um modelo de construção sustentável devem proporcionar um equilíbrio entre três pilares:

  • Perspectiva ambiental: se preocupar com a preservação do meio ambiente e seus recursos naturais;

  • Social: se preocupar em garantir uma boa qualidade de vida aos inquilinos por meio da qualidade do ar, conforto térmico e conforto acústico;

  • Econômica: se preocupar em construir um projeto que seja economicamente viável. Afinal, todo edifício possui gastos rotineiros e riscos que podem danificá-lo. Por isso, é importante manter a mente aberta para possibilidades de ações que gerem o menor impacto possível ao meio ambiente e, à saúde dos moradores.




Quais as vantagens da arquitetura sustentável?

Poderíamos escrever um artigo inteiro sobre as vantagens que a arquitetura sustentável traz, ainda mais com tantos edifícios em nosso país que enchem nossos corações de orgulho! Mas aqui, vamos trazer um breve resumo.

A arquitetura sustentável traz vantagens para a preservação do meio ambiente, qualidade de vida, economia financeira e, inclusive, representando um grande investimento.

Vamos entender melhor cada um deles.

Preservação do meio ambiente

A principal vantagem da arquitetura sustentável é contribuir para a redução de impactos ao meio ambiente e, consequentemente, contribuir para sua preservação. Afinal, esses edifícios serão construídos com materiais mais ecológicos visando a redução de seu desperdício. Consequentemente, diminuirão a emissão de CO2, consumo de energia e água.

Melhor qualidade de vida

Ao reduzirem a poluição e outros impactos ambientais, a arquitetura sustentável contribuirá muito para uma melhor qualidade de vida. Não somente dos inquilinos do edifício, mas para toda a população.

Aqui, é importante ressaltar que não falamos apenas da saúde física. Vários estudiosos já comprovaram que esses edifícios também contribuem para uma melhor saúde mental e bem-estar de seus moradores.

Você já ouviu falar sobre a “Síndrome do Edifício Doente”? Esse termo, criado pelo Comitê Técnico da Organização Mundial da Saúde em 1982, definiu essa síndrome como um conjunto de doenças causadas ou estimuladas pela poluição do ar em espaços fechados.

Como exemplo, estão: dor de cabeça; fadiga; letargia; ardor nos olhos, irritação de nariz e garganta; e anormalidades na pele e falta de concentração especialmente em trabalhadores de escritórios

Economia financeira

Muitas pessoas acreditam que construções sustentáveis são mais caras e demandam por materiais com maior custo para que sejam construídos. Se esse é o seu caso, saiba que esse pensamento está completamente errado!

É claro que os preços desses edifícios podem ser um pouco maiores, mas a economia financeira está a longo prazo. Afinal, com o uso de materiais e tecnologias que visem a redução de desperdício, as contas finais de água, energia e gás, serão bem menores do que em outros imóveis.

No final, a alta eficiência energética e hídrica desses edifícios é o grande segredo que faz com que eles contribuam para uma maior economia.

É um bom investimento

Por fim, temos percebido uma valorização grande dos edifícios sustentáveis no mercado imobiliário. Desenvolver um projeto sustentável e construir um edifício eficiente num primeiro momento significa maior investimento, mas aos poucos o mercado vem reconhecendo as vantagens deste tipo de construção que tem tido boa valorização imobiliária.

Muitas pesquisas já mostram que o imóvel que tenha um certificado de sustentabilidade, por exemplo, tem espaço para cobrar um prêmio de 10% no valor do aluguel, maior velocidade na venda e 14% de sobrevalorização em relação aos seus vizinhos de tipologias semelhantes.

É isso mesmo que você leu. No mercado imobiliário, os edifícios podem conquistar uma certificação que comprovem sua sustentabilidade. Dentre eles, o LEED (Liderança em Energia e Design Ambiental) é o mais famoso selo de construção sustentável do mundo, criado pela USGBC (United States Green Building Council).

O que é arquitetura sustentável? Conheça as vantagens!
O que é arquitetura sustentável? É um bom investimento!

A LEED analisa uma série de critérios pré-estabelecidos para determinar se o edifício contribui de fato para o meio ambiente. E saiba que temos muitos motivos para nos orgulhar!

Atualmente, o Brasil ocupa o 4º lugar entre os que mais produzem prédios verdes no mundo, atrás apenas de EUA, China e Emirados Árabes. Isso representa uma grande conquista se pensarmos que esses ideais somente começaram a ser adotados no país em 2006.

Para saber mais sobre essa certificação, é só clicar no link a seguir e conferir nosso artigo completo sobre o tema. Veja: Certificação LEED: saiba o que é e sua importância!

Projetos premiados de arquitetura sustentável

A arquitetura sustentável pode ser desenvolvida de maneiras extremamente diferentes. A criatividade é capaz de gerar projetos incríveis. Por mais simples que possam parecer, podem trazer incríveis resultados!

Pensando nisso, separamos alguns projetos de arquitetura sustentável premiados pelo mundo para que você veja como esse conceito pode ser aplicado de diversas formas.

O que é arquitetura sustentável? Conheça as vantagens!
Projetos premiados de arquitetura sustentável

O Comitê Ambiental do Instituto Americano de Arquitetos (AIA) é uma das maiores referências do mercado imobiliário quando falamos de sustentabilidade. Todo ano, ele premia os 10 melhores projetos arquitetônicos que combinam alto design com desempenho de ponta, além de avaliarem critérios de valores sociais, econômicos e ecológicos.

Veja alguns dos maiores destaques de 2020:

Centro de natureza ambiental e pré-escola - Califórnia, Estados Unidos

Essa pré-escola voltada para crianças de 2 a 5 anos ganhou destaque por sua incrível proposta educacional focada na experiência prática na natureza.


O que é arquitetura sustentável? Conheça as vantagens!
Centro de natureza ambiental e pré-escola - Califórnia, Estados Unidos

Para incentivar essa proximidade entre os jovens, a instituição promove diversas atividades práticas. Como exemplo, o local possui sua própria horta orgânica onde cultivam todo o alimento distribuído, além de ser o habitat perfeito para pássaros e insetos.

Mas o que o fez ganhar um importante prêmio de sustentabilidade?

Por estar localizado em uma região de clima costeiro, o edifício foi construído com materiais naturais e reciclados para favorecer a ventilação natural. Como exemplo, eles somente utilizam ventiladores de teto de baixo consumo energético.

Mas além disso, o prédio possui enormes painéis solares que geram até 60% mais energia do que o necessário.


Biblioteca Central - Austin, Texas


O que é arquitetura sustentável? Conheça as vantagens!
Biblioteca Central - Austin, Texas

A biblioteca central da cidade de Austin, no Texas, foi construída com o objetivo de se tornar a biblioteca mais iluminada do país, além de servir como modelo de conservação de água para edifícios na região.

Quando finalizada, se destacou pela utilização de dois recursos importantes para a sustentabilidade. São eles: o uso da iluminação natural e o reaproveitamento da água da chuva.

Para garantir a iluminação natural para todo o edifício, os arquitetos construíram uma instalação em seu centro que distribui luz para praticamente todos os espaços.

Já para reaproveitar a água das chuvas, desenvolveram um sistema completo que fornece água necessária para a irrigação de todas as áreas verdes.

Ponto de entrada terrestre - fronteira entre México e Estados Unidos


O que é arquitetura sustentável? Conheça as vantagens!
Ponto de entrada terrestre - fronteira entre México e Estados Unidos

A fronteira entre esses países já foi assunto de notícias e, até mesmo, grandes filmes internacionais. O que muitos deles não mostraram, contudo, é que essa região se destacou por seu grande projeto sustentável.

Por ser uma área de grande circulação de pessoas, veículos e mercadorias, arquitetos locais decidiram criar um projeto que abraçasse a cultura local e, ao mesmo tempo, promovesse a sustentabilidade.

Para isso, adotaram medidas como a criação de painéis solares, sistemas de retenção de água pluvial e banheiros públicos com ventilação natural.

SESC 24 de Maio


O que é arquitetura sustentável? Conheça as vantagens!
SESC 24 de Maio

Não poderíamos terminar essa lista sem um famoso exemplo nacional! Fica no centro, que foi considerado um dos bairros mais legais do mundo

O SESC 24 de Maio ficou em primeiro lugar na categoria Institucional (Edificação), do 7º Prêmio Saint-Gobain de Arquitetura-Habitat Sustentável. O edifício foi projetado por Paulo Mendes da Rocha junto com o escritório MMBB Arquitetos

Os indicados foram avaliados em aspectos de conforto, soluções inovadoras, preservação do meio ambiente e promoção da sustentabilidade da construção civil brasileira.


Arquitetos referência na arquitetura sustentável

Por trás de tantos projetos incríveis, existem grandes nomes de arquitetos. Muitos deles acabaram se destacando por seus trabalhos únicos e altamente eficientes. Então, que tal conhecermos alguns desses profissionais?

Zaha Hadid

De origem iraquiana-britânica, ela é considerada como um dos grandes nomes da arquitetura. Seu trabalho foi marcado pelo desconstrutivismo e pelo olhar crítico, com a construção de projetos que visem a sustentabilidade e o combate à desigualdade social.

O que é arquitetura sustentável? Conheça as vantagens!
Zaha Hadid

Fundadora do Zaha Hadid Architects, um de seus projetos mais famosos foi um estádio de futebol na Inglaterra. Seu grande diferencial foi o fato de ter sido construído totalmente a base de madeira e com energia sustentável.


Elena Caldini


O que é arquitetura sustentável? Conheça as vantagens!
Elena Caldini

A arquiteta paulista é uma das integrantes do famoso projeto Casa de Terra. Vencedor do prêmio Saint Gobain 2018, sua proposta era conciliar a inovação tecnológica com aspectos econômicos, ambientais, sociais e educacionais para todo o ciclo de vida da construção.

Todas as casas construídas possuem estruturas modulares econômicas e se mostram como uma importante solução sustentável no universo da construção civil.

Sérgio Caldas

Ao longo de sua trajetória profissional, o arquiteto Sérgio Caldas se preocupou em espalhar a importância de um urbanismo mais consciente.

Seus projetos foram desenvolvidos com técnicas que atendessem as demandas sustentáveis em projetos arquitetônicos. Além disso, também buscou transformar o jeito de habitar em grandes cidades.

O que é arquitetura sustentável? Conheça as vantagens!
Sérgio Caldas

Uma de suas maiores conquistas foi o Movimento Terras, considerada como a primeira região ecológica localizada no Rio de Janeiro. Construído em parceria com diversos escritórios brasileiros, foi considerado como um divisor de águas entre os projetos brasileiros de eficiência energética, térmica, arquitetônica, técnica e construtiva.

Seu sucesso foi tão grande que acabou sendo premiado na categoria Empreendimento Brasileiro. Além disso, também conquistou o selo Building Research Establishment Environmental Assessment Method (BREEAM).


Arquitetura sustentável: como aplicar em casa?

Como não iremos nos encantar pela proposta e benefícios da arquitetura sustentável? Na prática, ela pode ser usada tanto como um norte para o projeto imobiliário, ou para se inspirar, ao adotar ações ou sistemas de sustentabilidade no seu lar.

Por isso, aqui separamos algumas dicas simples e fáceis para todos que desejam viver de maneira sustentável! De maneira geral, elas envolvem o aproveitamento máximo da luz e ventilação natural, o uso de matérias primas ecológicas, até decorações mais sustentáveis. Vamos ver:

Aproveite a iluminação e ventilação natural para ter arquitetura mais sutentável

A iluminação e ventilação natural são alguns dos melhores recursos para diminuir os custos e impactos com luzes elétricas e, consequentemente, trazer um estilo de vida mais sustentável.

E, ao contrário do que é imaginado, não é tão difícil aproveitá-las em sua casa! Simples ações como criar ambientes integrados e sem divisões, utilizar móveis vazados, janelas grandes, portas de vidro ou até mesmo clarabóias são ótimas opções que permitem a passagem da claridade e de ar.

Escolha matérias-primas ecológicas que não agridem o meio ambiente

Caso você deseje reformar sua casa, opte por matérias primas que sejam mais sustentáveis e ecológicas. Existem diversas opções acessíveis e econômicas que podem contribuir para um menor impacto ao meio ambiente.

Como exemplo, podemos citar os tijolos ecológicos, fabricados através da mistura de solo, cimento e água. Na prática, eles geram menos entulho e podem trazer uma economia de até 50% no final da obra. Isso sem falar que pode trazer um tom de decoração rústico ao seu lar. Um charme!

Reutilize a água da chuva para ter arquitetura mais sustentável

Essa é uma prática muito comum em diversas casas, seja por meio de um simples balde que recolha a água da chuva ou por um sistema específico de captação. Como exemplos, estão desde calhas no teto até tubulações que conduzem a água para um tanque ou cisterna onde ela será armazenada.

O reaproveitamento da água da chuva promove uma maior economia e consumo racional deste bem natural que, infelizmente, está cada dia mais escasso. Apesar de não ser uma água potável nem própria para o banho, é possível utilizá-la para outros objetivos como para descarga no vaso sanitário, irrigação de jardins e limpeza da casa.

Esse reaproveitamento pode levar a uma economia de até 50% na conta de água. Já pensou a diferença que pode trazer para o seu bolso?

Use a arquitetura sustentável para construir um telhado verde ou um jardim vertical

Se você mora em uma grande cidade, com certeza já se deparou com algum edifício que construiu um jardim vertical ou um telhado verde. Essas plantas são ótimas estratégias para manter uma temperatura amena do imóvel e, até mesmo, para a absorção de ruídos.

Mas cuidado, pois essas duas opções requerem um certo cuidado ao serem construídas.

No caso dos telhados verdes, eles demandam uma estrutura específica com a impermeabilização do teto, camadas de segurança e outros detalhes. Os jardins verticais, por sua vez, são opções mais viáveis de serem elaborados. Eles podem ser construídos de maneira simples utilizando um painel suspenso ou um suporte para pequenos vasos com plantas e flores.

O efeito ficará super bonito, além de trazer uma sensação de bem-estar e aconchego para a sua casa!

Decore sua casa com objetos e móveis sustentáveis

Você sabia que a sustentabilidade foi eleita uma das tendências na decoração em 2019? O título foi dado pela Maison & Objetc, uma das maiores feiras de decoração e design do mundo.

É incrível como a sustentabilidade pode ser adotada até mesmo por simples escolhas de decoração. Seja por meio de plantas, objetos ou móveis sustentáveis.

Alguns dos exemplos mais comuns são móveis feitos de matérias-primas recicladas como metais, vidro e plástico, além de objetos como vime, cerâmica e tecidos com fibras naturais.

Para se inspirar, o Blog Lopes separou alguns exemplos incríveis de decorações belíssimas e simples de serem feitas a partir da reutilização de diversos materiais.


Conclusão

Muito mais do que uma tendência, a arquitetura sustentável é um grande exemplo a ser seguido por todos! Afinal, contribui para a construção de edifícios que trazem menor impacto ao meio ambiente e contribuem para uma maior qualidade de vida.

Consegue imaginar como seria se fosse cada vez mais adotada por vários países? Os benefícios seriam enormes! Não precisamos ficar esperando, podemos adotar seus ideais em nossos lares de forma rápida e fácil. Basta se lembrar das dicas que demos e, principalmente, usá-las como inspiração.

Se você gostou deste texto, compartilhe nas redes sociais e continue sua visita em nosso blog.

Posts recentes

Ver tudo