Dividir um imóvel com um colega de quarto nem sempre é algo fácil. Afinal, todos nós temos hábitos, culturas e rotinas completamente diferentes, que influenciam não somente em nosso dia a dia, mas também nas pessoas ao redor. Por isso, vamos dar algumas dicas de como escolher um colega de quarto para que dividir apartamanto não vire um pesadelo!



Ao alugar um quarto e compartilhar um apartamento, isso se torna uma grande preocupação entre os inquilinos. Isso porque muito provavelmente, seu colega de quarto será uma pessoa desconhecida cuja rotina e hábitos você não estará familiarizado. Para evitar desentendimentos ou quaisquer problemas, é importante escolher um colega que tenha um perfil parecido com o seu. Mas então como escolher um colega de quarto?


Existem diversas formas de procurar por um colega de quarto, assim como uma série de itens que devem ser avaliados no momento dessa escolha. Por mais trabalhoso que possa ser, podemos garantir: tudo isso valerá a pena!


Ter um colega de quarto proporciona uma série de vantagens, não só tendo uma pessoa com quem poderá compartilhar o seu dia a dia, mas inclusive, em questões financeiras. Quer saber como conquistar isso?


Viemos te ajudar a escolher um coega de quarto! Neste texto, daremos todas as dicas de como escolher um colega de quarto ideal, assim como os melhores lugares para procurá-los e o que analisar no perfil de cada um.


Antes de começarmos, confira os tópicos que serão abordados:


  • Onde procurar um colega de quarto?
  • Como escolher um colega de quarto?
  • Quais os benefícios de ter um colega de quarto?
  • Entrevistando meu colega de quarto


Vamos lá!


Onde procurar um colega de quarto?

Saber o local ideal onde encontrar pessoas que estejam interessadas em dividir um apartamento é o primeiro passo neste processo. Em um mundo cada vez mais marcado pelo uso da tecnologia, não há outra solução para este objetivo a não ser usá-la à seu favor.


Hoje em dia, existem diversos sites, redes sociais e aplicativos voltados para o aluguel de imóveis compartilhados, que se preocupam em promover o encontro de quem tem um quarto vago e quer preenchê-lo com um roommate, com quem procura um lugar para ficar.


Alguns exemplos são: webquarto, roomgo, coliiv


Como escolher um colega de quarto: Onde procurar um colega de quarto?


Na prática, elas se tornam fontes completas de informações por suas exigências tanto por parte de quem está procurando um imóvel, quanto por parte dos locadores.


Para garantir uma maior assertividade, a maioria dessas plataformas exige um cadastro com diversas informações pessoais de ambas as partes, como por exemplo: local onde estuda e trabalha, se fuma, se possui filhos ou animais de estimação, qual o seu nível de organização e, até mesmo, se você prefere sossego ou agito.


Essas informações são essenciais para conseguir identificar o perfil de cada pessoa e se está próximo a seus hábitos ou preferências.


Além disso, essas plataformas também permitem a inclusão de fotos e descrições nos anúncios, para que os interessados tenham uma pré-noção o mais próximo possível das características do imóvel e, com base nisso, optar ou não por conhecê-lo pessoalmente.


Com o cadastro de todas essas informações, já é possível começar a procura e escolher um coega de quarto ideal.



Como escolher um colega de quarto?

Escolher um colega de quarto não é algo fácil, mas sim uma tarefa altamente subjetiva. Como dissemos acima, cada pessoa possui um perfil e hábitos completamente diferentes, que podem causar enormes conflitos no dia a dia caso não estejam alinhados.


Não existe uma fórmula mágica para ser usada nessa tarefa, mas é possível conquistá-la se seguir algumas dicas importantes. São elas: pensar no perfil ideal desejado; identificar possíveis afinidades; agendar um horário para se conhecerem e não permitir a interferência de fatores externos.


Vamos ver em detalhes cada um deles:


Pense no perfil ideal

O primeiro passo para escolher seu colega de quarto é pensar no perfil que deseja encontrar - ou seja, as características que você considera serem similares às suas para garantir uma convivência harmoniosa a fim de evitar desentendimentos.

Como escolher um colega de quarto: Pense no perfil ideal

Mas cuidado, não pense que você encontrará os famosos “perfis perfeitos”. É impossível encontrar alguém que tenha exatamente os mesmos gostos e costumes que os seus, o foco aqui deve estar em encontrar um colega que não tenha uma personalidade completamente diferente da sua.


Para isso, existem algumas perguntas indispensáveis que devem ser feitas na entrevista, que iremos explicar em detalhes no próximo tópico.


Identifique afinidades

Além de pensar no perfil ideal, também é importante levar em consideração as afinidades em comum que possam ter, como se a pessoa gosta de sair para festas ou é mais caseira, seu estilo de música , filmes e se tem um hobby, por exemplo.


Como escolher um colega de quarto: Identifique afinidades


Essas características podem fazer toda a diferença para um dia a dia harmonioso. Afinal, lembre-se que vocês passarão grande parte do tempo juntos, e a afinidade por atividades semelhantes fortalecerá a convivência e, inclusive, a resolução de quaisquer desentendimentos que possam ocorrer.


Agende um horário

Por mais que essas plataformas online disponibilizem a grande maioria das informações fundamentais a serem avaliadas, nada substitui os benefícios que uma conversa cara a cara traz.


Como escolher um colega de quarto: agende um horario


Nesta procura, é importante agendar um horário com todos os interessados pelo imóvel para se certificar de que as informações cadastradas correspondem de fato ao seu perfil e interesses desejados - além é claro de permitir que o candidato conheça o imóvel e tenha certeza de que se enquadra no que busca.


É neste momento que ambas as partes conseguirão ter uma visão mais clara sobre o perfil, hábitos e costumes de cada um e como será a rotina quando estiverem morando juntos.


Evite interferência de fatores externos

Por fim, a última dica a ser utilizada na busca por um colega de quarto é não permitir a interferência de fatores externos como, por exemplo, a familiaridade com o candidato.


É muito comum vermos inquilinos que busquem dividir seu imóvel com pessoas que já conheçam e tenham certa afinidade como amigos ou familiares. Mas não se engane: morar com um conhecido de longa data pode parecer uma ótima ideia, mas o convívio e a rotina no imóvel requerem outras prioridades.


Muito mais do que ter uma proximidade, um colega de quarto deve ter as mesmas características que você, principalmente em relação às tarefas domésticas e organização. Somente amizade e simpatia não garantem isso.


Como escolher um colega de quarto: Evite interferência de fatores externos

Portanto, preste muita atenção em todas as características que citamos até aqui e, principalmente, elabore uma entrevista completa para ter certeza do perfil do candidato e se está de acordo com o que procura.




Quais os benefícios de ter um colega de quarto?

Ter um colega de quarto é uma experiência incrível! No seu dia a dia, você terá uma pessoa com quem compartilhará desde suas conquistas e momentos de descontração, até alguém para ajudá-lo nas tarefas domésticas e outras responsabilidades. Na prática, os principais benefícios de se ter um colega de quarto são:


  • Ter alguém que estará passando pelo mesmo momento que você;
  • Companhia para o dia a dia;
  • Contar com uma ajuda financeira;
  • Auxílio nas tarefas domésticas.


A primeira grande vantagem é dividir o imóvel com uma pessoa que esteja no mesmo momento de vida que você - ou seja, que estejam na mesma situação e compreendem a dificuldade de se adequar a uma nova rotina, viver longe dos pais ou até se adaptar à cultura e sociedade de um país novo, por exemplo.


Isso contribui e muito para uma empatia enorme no dia a dia, o que os tornam excelentes companhias para este momento de transição que muitos enfrentam - especialmente para aqueles que estão se mudando pela primeira vez.


Se esse é o seu caso, então clique no link a seguir e veja nosso artigo com dicas imperdíveis para se adaptar à essa mudança! Veja: 5 dicas para morar sozinho.


Além dessas vantagens sociais, outra grande vantagem ao dividir o imóvel com um colega de quarto é obter uma economia financeira em seus custos mensais. Mesmo que algumas contas sejam maiores - como água e energia - seu colega contribuirá com uma grande ajuda financeira para arcar com esses custos.


Como escolher um colega de quarto: Quais os benefícios de ter um colega de quarto?

Na prática, ter alguém para rachar as despesas sai muito mais barato do que ter um imóvel próprio ou até mesmo morar sozinho.


Por fim, um colega de quarto também auxiliará no desempenho das tarefas domésticas como lavar louça; limpar a casa; e lavar roupa, por exemplo. Essa ajuda é extremamente vantajosa especialmente para aqueles que possuem uma rotina agitada de trabalho ou estudos.


São muitas vantagens, não é mesmo? Mas lembre-se: tudo isso só será possível se você se preocupar em manter uma convivência harmoniosa com seu colega.


Perguntas para entrevistar um colega de quarto

A melhor forma para não ter problemas com seu colega de quarto com certeza é escolher bem! Pensando nisso, montamos um pequeno roteiro para te ajudar nessa tarefa.

A entrevista para escolher seu colega de quarto não deve ser encarada como um momento formal e de avaliação severa - muito pelo contrário. Ela deve ser um momento amistoso e de relevância para ambas as partes para que possam identificar o perfil de cada um.


Existem diversas questões que devem ser analisadas conforme cada caso. Apesar dessa subjetividade, separamos abaixo algumas perguntas coringas que são eficazes em qualquer situação, e que podem fazer toda a diferença nessa escolha. Veja:


Você tem animais de estimação ou alergia à eles?

Ter um animal de estimação interfere diretamente na rotina e responsabilidades dos inquilinos - além disso, muitas pessoas costumam ter alergias a certos animais e seus pelos.


Por isso, é importante informar ao candidato se você possui algum bichinho e perguntar se está de acordo, e vice-versa.


Você fuma?

O cheiro de cigarro pode ser altamente difícil de lidar e conviver para pessoas que não possuem esse hábito - podendo até mesmo se tornar um quesito determinante nessa escolha.


Caso algum dos lados tenha esse costume, é possível estabelecer algumas regras como somente fumar na varanda ou no quarto, por exemplo.


Você trabalha ou estuda?

Alguns trabalhos ou cursos demandam rotinas completamente diferentes e sem um padrão, o que pode impactar inclusive na convivência e na realização das tarefas domésticas.


Por isso, uma das coisas que pode ajudar na convivência com seu colega de quarto é ter uma pessoa com um ritmo de vida igual ou parecido ao seu.


Você é organizado?

A falta de organização - ou até mesmo seu cuidado extremo - são alguns dos motivos mais comuns de desentendimentos entre colegas de quarto. Certifique-se de como seu colega se comporta e busque alguém com os mesmos hábitos que os seus para evitar brigas desse tipo.


Por que você quer dividir um apartamento?

Essa resposta dirá muito sobre o perfil da pessoa. Por exemplo, se ela está procurando um novo lar porque brigou com o colega antigo, é preciso saber o motivo do desentendimento para que ele não se repita.


Como foram suas experiências anteriores ao dividir um apartamento?

As experiências anteriores do candidato mostrarão como ele se comportava com as rotinas e responsabilidades ao dividir um imóvel, e servirão como base para suas futuras convivências.


O que você não suportaria que um(a) companheiro(a) de quarto fizesse?

Essa pergunta é um excelente indicador comportamental do candidato. Com ela, você descobrirá os costumes e hábitos que a pessoa não consegue lidar de forma alguma e, a partir disso, descobrir se conseguirá dividir o imóvel com ela.


Como exemplo, se o candidato é uma pessoa tranquila e não gosta que a casa esteja sempre cheia de gente, e você ama receber amigos e familiares, as chances de se ter uma boa convivência são pequenas.


Como você pagará as contas do apartamento?

Por fim, não há como dividir um apartamento sem que haja uma responsabilidade financeira sobre os gastos do imóvel.


Uma convivência a dois significa maiores gastos com luz, água e energia por exemplo - portanto, é indispensável ter certeza de que seu colega conseguirá arcar com todos esses custos.


Ufa! Cansativo, não é mesmo? Encontrar um colega de quarto ideal demanda grande esforço e análise detalhada do perfil de cada pessoa, mas garantimos que ao final, tudo isso valerá a pena para uma boa convivência.



Conclusão

Se você chegou até aqui, então viu como ter um colega de quarto trará enormes benefícios para o seu dia a dia, e a única forma de conseguir isso é escolhendo alguém que tenha gostos, rotinas e hábitos parecidos com os seus.


Por isso, ao buscar por um colega de quarto, lembre-se de todas as dicas que demos neste texto: onde encontrá-los, o que levar em consideração nessa escolha, e as perguntas indispensáveis a serem feitas quando estiverem se conhecendo.


Se você gostou deste texto, compartilhe nas redes sociais e continue sua visita em nosso blog.

Como escolher um colega de quarto